INCIDENTES COM BALEIAS PELO LITORAL PREOCUPAM

Nas últimas semanas, o número de baleias de várias espécies, tem sofrido ao longo do litoral sul e em alguns outros pontos do Brasil, antes mesmo do início da chamada temporada das baleias.

Filhote baleia Franca, que chegou já sem vida a praia do Rosa, em Imbituba. Foto: Zeno Castilho

Os casos mais recentes aconteceram no penúltimo sábado – dia 1º de agosto - quando, num mesmo dia, quatro baleias apareceram mortas. Em Tramandaí (RS), uma baleia franca, assim como na praia do Rosa, em Imbituba, um filhote fêmea da mesma espécie. Em Jaguaruna, uma baleia da espécie jubarte, e no estado da Bahia, possivelmente, um filhote dessa mesma espécie. Já foram contabilizadas 17 ocorrências com baleias pelo litoral sul, e 14 baleias entre adultas e jovens perderam a vida. 

Nas redes sócias a indignação já é manifestada, e um grupo intitulado SOS Baleias Urgente, prepara um manifesto, intitulado ‘Panela de Pressão’. A intenção é unir forças e cobrar explicações sobre os incidentes que tem ocorrido neste início de temporada. Algumas ocorrências, segundo o SOS Baleias Urgente, podem estar sendo causadas por redes de pesca, que são afixadas próximas a costões, e até em mar aberto, e em outros casos por choque com navios ou embarcações de pesca industrial. 

Segundo Zeno Castilho, um dos responsáveis pelo ‘Panela de Pressão’, “A ideia é acionar os órgãos responsáveis e entidades ambientais para uma fiscalização mais presente, e que legisladores deem mais atenção a situações que tem envolvido os encalhes e até mortes de baleias em todo o Brasil. Além disso, a grande maioria de mortes de jubartes parece ser por rede de pesca industrial, já que elas passam por fora da costa, e não próximas ao litoral, como as Francas”.

Um resumo dos incidentes ocorridos nos últimos meses – 17 até agora - foi montado, e foi apresentado ao conhecimento público, para que alguma atitude mais rígida seja tomada em relação às situações que têm sido identificadas, com os encalhes e mortes da espécie, que segue abaixo:

RELATÓRIO OCORRÊNCIAS COM BALEIAS LITORAL SC TEMPORADA 2015:

Santa Catarina:
Mortas: 2 filhotes de franca, 5 filhotes de jubarte, 1 adulto jubarte, 1 filhote de minke. 

Enredadas e soltas: 2 filhotes de jubarte, e 1 não identificada que nadava com a rede presa ao corpo.

1) Imbituba/SC (Praia do Rosa) - baleia franca, filhote recém-nascido, tinha 5,20 metros, fêmea, morte provocada pela colisão com uma embarcação.

2) Palhoça/SC (Guarda do Embaú) – baleia franca, filhote recém nascido, fêmea, com 5 metros.

3) Jaguaruna/SC - baleia jubarte, adulto, macho, 9 metros, enrolado em uma rede de pesca. 

4) Jaguaruna/SC – baleia jubarte, filhote de cerca de um ano, 8 metros.

5) São Francisco do Sul/SC – baleia jubarte, filhote, 8 metros.

6) Florianópolis/SC (Praia da Armação do Pântano do Sul) – baleia jubarte, filhote com cerca de 1 ano de idade, 8 metros.

7) Florianópolis/SC (Pântano do Sul) – baleia jubarte, filhote com cerca de 1 ano de idade, 4 metros.

8) Florianópolis/SC (Praia dos Ingleses) – baleia jubarte, filhote com 3,8 metros, causa da morte provável colisão.

9) Porto Belo/SC – baleia minke, causa provável enredamento.

Enredadas e soltas

10) Penha/SC (Praia da Armação) – baleia jubarte, filhote preso em rede feiticeira.

11) Garopaba/SC – baleia jubarte, filhote.

12) Laguna/SC – baleia não identificada, nadava com a rede presa ao corpo.

RELATÓRIO OCORRÊNCIAS COM BALEIAS LITORAL RS 

TEMPORADA 2015:

1 filhote de franca, 3 filhotes de jubarte, 1 adulto jubarte.

13) Tramandaí/RS – baleia franca, com menos de um mês de idade, macho, media 6 metros.

14) Tramandaí/RS – baleia jubarte, filhote, macho, 8 metros, parte do animal estava envolto em rede de pesca.

15) Cidreira/RS – baleia jubarte, adulto, 8 metros.

16) Nova Tramandaí/RS – baleia jubarte, filhote entre 1 e 3 anos, 7,5 metros, tinha uma rede de arrasto presa a cauda.

17) Arroio do Sal/RS – baleia jubarte, cerca de 2 anos, com 7,3 metros, enroscada em rede de arrasto.
Postar um comentário