SOU IMBITUBA F.C. DESDE SEMPRE




Estou estabelecido na Capital do Estado, mas sempre tive em meu coração minha cidade natal e sempre que posso estou lá. Quem me conhece sabe que, se é por Imbituba, to dentro.
Comecei a torcer pelo Figueirense - nada mais natural prá quem reside na capital -, e sempre quando alguém me questiona sobre meu time, respondo que sou Imbituba Atlético Clube de coração. O mesmo IAC do presidente Polenta, das vitórias sobre o Figueirense em casa por 3 a 1 de virada, e sobre o Avaí por 5 a 1 no estádio do BAC - Biguaçú Atlético Clube -, em Biguaçú - já que o Avaí havia perdido o mando de campo -, vitórias estas que culminaram no titulo de campeão do primeiro turno da Copa Santa Catarina de 1995 ou 1996, já não me recordo ao certo.
Mesmo depois de perdermos por questões políticas, o nosso grande Peixe, marido da dona Neca, nosso grande técnico, incentivador, revelador de talentos - até para o futebol brasileiro, leia-se Fabrício, com passagens pelo Corintians, atualmente no Cruzeiro de Minas Gerais do técnico Adilson Batista -, primeiro professor de futebol de várias crianças imbitubenses, sendo que, prá mim, o "Peixinho" é, e sempre será, patrimônio do futebol de nossa cidade -, chega essa boa notícia sobre Robertinho, uma pessoa de relevante representação para o futebol e o esporte imbitubense, está assumindo o principal cargo da modalidade, e eu já to imaginando o nosso Imbituba trilhando o caminho rumo a primeira divisão do futebol catarinense. Sonhar não faz mal a ninguém, e estarei por aqui acompanhando a campanha do clube e torcendo.
O Porto Futebol Clube, ano passado - se não me falhe a memória -, chegou até a semifinal do catarinense, entregando a vaga para o Atlético de Tubarão, no último jogo, que foi disputadíssimo, pelo que pude acompanhar. Merecia estar na primeira divisão, com certeza, pois, creio eu, estaria incomodando mais que Atlético Clube Tubarão, que se encontra hoje na rabeira do Campeonato Catarinense.

Por Eduardo Rosa
Fonte: Jornal O Popular (Imbituba)
Postar um comentário