A HORA DO PLANETA? E AGORA???

Acompanhei durante a semana passada o desenrolar da campanha da WWF, “Hora do Planeta”. Foram quase 90 paises que apagaram as luzes de suas principais cidades e monumentos históricos para contribuir com a campanha, que acontece desde 2007, onde teve a cidade de Sidney, na Austrália, como a pioneira, e a partir de 2008, ganhou vários países ao redor do mundo.
Apesar de ser uma campanha única, ela poderia se estender conscientemente para o resto do planeta e pelos outros 364 dias do ano. Claro que não é para apagar as luzes sempre, mas, economizando em grande escala os escassos recursos naturais que a natureza ainda nos fornece, como água, alimentos, usando menos os meios de transportes particulares como carros e motos, combater muito mais as emissões de gases no ar e os produtos poluentes e esgotos lançados em rios, córregos, lagoas e mar, plantando mais hortaliças, verduras e legumes em casa, evitando o uso indiscriminado de agrotóxicos, seriam algumas das melhores alternativas para combater a escassez mundial de recursos hídricos e minerais.
Há muitas outras coisas que esta campanha carrega junto à mensagem de seu acontecimento. Algumas delas estão descritas acima. Para imprensa em geral que anunciou o evento, era mais uma campanha publicitária organizada por uma ONG internacional de grande renome. E realmente era. Mas e agora? Alguém comentou esta semana mais alguma coisa sobre o assunto? É claro que não. Se alguém quiser saber mais alguma coisa sobre o assunto tem que a acessar o site da WWF.
http://www.wwf.org.br/

*Mais abaixo tem mais sobre o que nós estamos fazendo para não ajudar ao planeta. Pense bem. Os tópicos vão lhe ajudar a refletir. Somos muitos no planeta mas poucos realmente pensam nele.

Por Eduardo Rosa
Postar um comentário