"SACANAGEM INFORMATIZADA"

ESCRITO POR ALDÍRIO SIMÕES

Aldirio era colunista e um dos maiores 'manés' em Florianópolis.

"Apesar de recomendações em contrário, um amigo internauta resolveu fazer upgrade do software Namorada 5.0 para Esposa 1.0. Porém depois de alguns dias de lua de mel com novo software, surgiram alguns problemas. O software Esposa 1.0 exige muito mais do que o software Namorada 5.0, consumindo recursos de sistema antes destinados a outros aplicativos. 

Ao ser instalado, Esposa 1.0 configura-se de tal maneira que é carregado durante a inicialização do sistema e passa a monitorar todas as suas atividades. A maioria dos programas de lazer que com o Namorada 5.0 eram executados rotineiramente sem problemas já não rodam por serem incompatíveis com Esposa, um programa quase administrativo.

Ao tentar executá-los, Esposa 1.0 trava o sistema inteiro. Os poucos programas de lazer que executa, são menos eficientes e diversas opções nativas no Namorada 5.0 estão desativadas no Esposa 1.0. A versão 1.0 de Esposa fica instável quando está utilizando a placa fax-modess ou quando está com o bufer congestionado, elaborando cópia do usuário, o que demora nove meses para terminar.

Mas, há outros aspectos indesejáveis do programa Esposa 1.0

a) não existe opção para remover periféricos Sogra e Cunhado;
b) falta o comando minimizar ou função inibir quando a esposa está com o DEMO;
c) a versão 1.0 de Esposa não é multitarefa;
d) o comando TPM não pode ser desativado das tarefas agendadas.


Meu amigo reporta que, ao tentar instalar outro aplicativo, Amante 2.1, surge no monitor a mensagem de que seria preciso antes, desinstalar o Esposa 1.0, o problema é que isso acionaria um processador jurídico que eliminaria qualquer vestígio do aplicativo Money, o que torna a instalação impossível, pois sem o Money o Amante 2.1 não instala.

A solução para contornar este bug seria a instalação de Amante 2.1 em um sistema completamente independente, desconectado de Esposa 1.0, lembrando sempre de evitar rodar qualquer aplicativo de transferência de dados entre eles.

Sem condições de manter dois sistemas independentes, por causa do custo do hardware, meu amigo optou por um provedor público (zona.com.br) com login anônimo. Teve que se precaver com este download para evitar contaminação do Esposa 1.0 por vírus, por que tal evidência de compartilhamento de recursos essenciais provocaria um severo crash no sistema conjugal.

Ao tentar outra vez o software doméstico, no entanto, era tarde demais. Esposa 1.0 já havia aberto a opção multi-usuário presenteando-o com o periférico Corno.

CUIDADO COM SOFTWARES !!" Aldírio Simões
Postar um comentário