WAVES PODE TER CRIADO CLIMA DE TENSÃO PARA O WCT BRASIL 2010

Desnescessário o clima criado pelo site Waves.com.br para o HANG LOOSE SANTA CATARINA PRO 2010, em Imbituba, SC, em abril. Baseado em uma entrevista dada pelo novo integrante da elite dos TOP 44 da ASP para 2010, o havaiano Dusty Payne, reproduziram uma única resposta dada por ele ao site http://www.stabmag.com/, em que ele faz um comentário, apesar de desnecessário e infeliz, sobre as ondas que ele provalvelmente encontrou no Brasil, quando de sua possível passagem por aqui. Se é que ele realmente veio.

Dusty Payne. Tomara que pegue altas ondas por aqui.


O clima criado no forum da referida matéria, por alguns participantes, poderá sim, ocasionar algum problema com a presença do havaiano em águas tupiniquins.
A resposta, se foi mal interpretada ou não por quem escreveu a pequena matéria, poderá complicar a vida de um atleta que, se ele é uma boa pessoa ou não, não poderemos responder inicialmente, quando de sua não vinda ainda.
Pode ser considerada até irresponsável a atitude do site Waves em publicar tal opinião. Se foi para isso que ela foi publicada, cabe a todos deixar que o próprio havaiano tire suas próprias conclusões, sobre o que irá encontrar por aqui. É a opinião dele, já que nasceu e foi criado em "berço explendido" no que se refere a qualidade de ondas, o que ele declarou.
Para que a imagem do evento e da cidade não sejam manchados por este acontecimento que poderá vir a ocorrer, isso baseado no que muitos declararam no forum da matéria - alguns até viventes próximos do local de realização do evento que certamente estarão presentes -, deixemos que o próprio havaino conclua que um grande atleta não escolhe qualidade das ondas como referència para seu surfe de competição.
Ele deve ter penado em muitas situações em que viveu em sua caminhada para entrar no WCT em 2010, durante este ano quando disputou o WQS ao redor do mundo.
Chingar educadamente e tirar onda com ele, deverá ser uma coisa natural por quem estiver presente em Imbituba. Mas nunca usar a violência, verbal ou física, para se fazer ouvir e mostrar a insastifação com a declaração dada por ele. Violência, caso ocorra, não levará a nada. E ele com certeza não mudará sua opinião sobre as ondas do Brasil.
Este registro é nescessário para que todos entendam que praticamos um esporte saudável e que apesar não ser máxima entre todos que o praticam, devemos cultuar sempre a paz no esporte.
Dusty Payne é apenas um ser humano que poderá concluir que foi infeliz sua declaração e a do Waves em repassar estas informações.

Para ver a matéria do Waves
clique aqui.

Paz no esporte e muita onda e coisas boas em 2010. O SURFEMAIS agradece a todos por mante-lo no ar.

Por Eduardo Rosa

2 comentários