FABINHO CARVALHO: O FILHO QUE NÃO SE ENTREGA...

Muita gente acha que ele ainda surfa muito. Mas alguns ainda acreditam que ele já deveria ter se aposentado. E outros sabem do que ele ainda é capaz. Mesmo com evolução que o surfe imbitubense teve nos últimos anos, ele ainda reina sózinho entre a gurizada que sonha trilhar o seu caminho. Ele é um ícone do surfe local. Assim como Kelly Slater está para o mundo, Fabio Carvalho está para Imbituba e até para Santa Catarina.
A longevidade dele ninguem nunca irá conseguir explicar. Só ele mesmo. A verdade é que, quando ele quer, ele ainda vai lá e deixa todos boquiabertos. E claro, Deus está sempre com ele. Isso é inegável.
A 2a. etapa do Circuito Imbitubense de Surfe, em Itapirubá, Imbituba, neste último final de semana, vinha se desenhando normalmente nas baterias até a semi final. Em meio a tanta gente nova, lá vinha o Fabinho aos seus quase 4.0, fazendo chover na praia de Itapira. Pelas fotos dá pra ter uma noção do que ele aprontou por lá.
A final foi de cinema. Deram trabalho e valorizaram esta vitória, em segundo Leandro Bananinha, em terceiro Rodrigo Couto e em quarto Vitor Borges.

Olha as quilhas ai ó, o juízes.

Mais uma desgarrada do "Prego" da Zimba. Quase 4.0 e não nega fogo.

Vitor Borges ficou em quarto mas vem mostrando grande evolução.

Leandro "Bananinha" ficou em segundo lugar.

Floater de Rodrigo Couto em Itapira.

Fotos: Guilherme Solano A.I.P.E.tv
Por Eduardo Rosa

Postar um comentário