CISCO ARAÑA. UM EXEMPLO DE DEDICAÇÃO E SUPERAÇÃO

 ELE QUIS DEVOLVER AO SURFE TODO O AMOR QUE O "ESPORTE" LHE TROUXE. FUNDOU A PRIMEIRA ESCOLA DE SURFE NO BRASIL, EM SANTOS, SP. E ATÉ HOJE CONTINUA FAZENDO VALER ESTA PAIXÃO
Aos 50 anos de idade, Cisco Araña demonstra não querer nunca parar de se entregar, surfar e competir. É um exemplo, ainda que esquecido ou não repassado para as novas gerações pelo resto do Brasil.

Embaixador do surfe santista e paulista, tem raízes aqui por Santa Catarina, ao ter passado um pouco de sua experiência a Sérginho Davi, mais conhecido como "Capitão" Davi, da escolinha de surfe sitiada hoje na Praia do Rosa, em Imbituba. Capitão, então fez valer do "pouco" que absorveu do agora ídolo, e transformou-se em uma das figuras mais respeitadas do surfe catarinense, bem como sua 'fábrica de novos adéptos'.

Cisco rumo ao título brasileiro Supermaster 2010

Quer mais?!! Cisco criou a primeira prancha para de surfe adaptada para deficientes visuais no mundo, e lançou em 2007 o livro "Aprenda a Surfar". Duas alunas mais do que especiais foram as primeiras a ganhar o autógrafo dele, quando do lançamento do livro, Dona Fusae, 77 anos, e Dona Reiko, 78, japonesas que estão no Brasil há sete décadas. Na dedicatória, uma mensagem especial: ‘Que a energia das ondas esteja sempre com você’, escreveu Cisco.

As duas alunas assíduas, esbanjam simpatia e vitalidade. E ficaram orgulhosas com o livro do mestre. “Dá para aprender muito lendo esse livro. Tem de ir de passinho em passinho. Tenho certeza de que vou melhorar mais, principalmente sendo do professor Cisco”, disse Reiko. “O Cisco é maravilhoso, muito paciente. Se não fosse por ele, não continuaria. E hoje já sei surfar”, comentou Fusae.

Conhecer um pouco da história de nossos antigos mestres, faz parte do desenvolvimento de nossa cultura do surfe.

E o SURFEMAIS tem o prazer de apresentar um pouco da história de Cisco Araña.

Por Eduardo Rosa
Fonte: YOUTUBE - UNISANTA/SP
3 comentários