CHEGOU A HORA: MEDINA E PUPO HÁ POUCAS HORAS DA ESTRÉIA


To aqui imaginando que talvez o Brasil inteiro nunca tenha esperando tanto por uma estréia brazuca no Circuito World Tour, como a que estamos esperando agora. Confesso que é quase igual a adrenalina de uma session irada ver estes dois moleques arrombarem a porta da frente da ASP como eles estão fazendo desde o ano passado.


Não foi uma chegada discreta. Como disse Peter Townend, o australiano primeiro campeão mundial de surfe, eles são os novos "Bustin down the door˜, referenciando o filme sobre a chegada dos novos australianos ao circuito mundial entre as décadas de 70 e 80.

Ví, também, personalidades do surfe falando até em um confronto histórico entre Medina e Slater, fazendo
chover notas 10 sem controle dos juízes e a total crença atual em um, quem sabe, campeão mundial verde amarelo. Muito cedo para afirmar isto. Mas o certo é que os dois estréiam, aparentemente, muito a vontade dadas as performances e a nítida descontração perante a todos.

O único impecílio, talvéz receio da própria ASP, foi ter colocado os dois na mesma bateria, junto com Bede Durbrige. Um com certeza vai pra primeira repescagem.

Garanto que assim como todos os brasileiros que vão pra frente do computador acompanhar a estréia de Medina e Pupo ao vivo, também vou estar tremulando a minha bandeirinha verde amarela imaginária. Assim como eles fizeram em suas vitórias nas etapas do circuito de acesso ao WT.

O choro copioso da vitória de Medina em Imbituba, já justificam sua merecida campanha pela entrada.
Prá cima deles Medina. Arromba com tudo Pupo.

Por Eduardo Rosa
1 comentário