SABE AQUELE “TOCO” VELHO?!! VIRA RELÍQUIA NAS MÃOS DE ALGUNS.


AQUELA PRANCHA JOGADA NO FUNDO DA SUA CASA, OU ESCONDIDA NO CANTO DA GARAGEM... TEM VIDA VOCÊ SABIA?!!



Alguém já parou para contar quantas pranchas já teve na vida? Pouca gente sabe. Os que começaram a surfar há pouco tempo até fazem idéia. Os que já têm mais de 10 anos de surfe podem ter um pouco de dificuldade para contar. Os que têm mais de 20, então, lembram até de alguns bons dias de surfe, mas o dia certo fica difícil. Imagina contar quantas pranchas já teve.

Ligthing Bolt, (1976), shapeada pelo havaiano Mark Jackola Foto: Divulgação.

Um ou outro saudosista guardou aquela prancha que esteve junto de alguns dos melhores momentos de sua história dentro do surfe nas ondas pelo mundo. Sabe a importância que ela tem pelos segredos ou histórias que ela guarda consigo. Alguns compartilhados com os amigos, outros sozinhos em algum pico que um dia já foi secreto.


Ben-hur Gomes Naymayer, um gaúcho lá de Porto Alegre, vem a um bom tempo juntando algumas destas histórias através das pranchas que ele vem adquirindo e guardando. É um quebra cabeça que vai montando à medida que ele consegue uma “nova” relíquia.

Speed Line (1983) do lendário shaper gaúcho Johnny Be Good. Foto: Divulgação.

O difícil mesmo, para Ben-hur, não é achar essas antiguidades, e sim, saber das histórias que elas já viveram. Por isso, resolveu criar um “ponto de encontro” para a galera se achar, podendo rever a prancha que já foi sua um dia, e comentar o “caso” que cada um teve com cada uma delas. Vale até “entregar” que já viu aquela “magrinha” com alguém. Ninguém vai se chatear, mesmo estando “casado” com “outra” no momento atual. Pelo contrário, vai se “achar” o máximo.

O acervo não é tão grande ainda, mas já tem muita história colada nelas. São pranchas de vários cantos do Brasil e até do mundo. Desde Shapers de renome até outros desconhecidos. Algumas com data de fabricação ou época em que foram feitas, e outras de marcas que poucos hoje já ouviram falar.

Vicstick, do renomado shaper carioca Victor Vasconscelos, feita em Imbituba em 1978. Foto Divulgação.

Ben-hur faz questão de atualizar a história de cada prancha revelando algumas medidas e características que faziam a diferença em cada época. “Wanderbill”, Victor Vasconcelos, Rico, Avelino Bastos, Mark Jackola, entre outros, fazem parte do acervo.

Para conhecer o acervo, e também fazer comentários e doações para esta iniciativa ímpar, basta acessar o site Surfe das Antigas.

Por Eduardo Rosa
Postar um comentário