JOEL PARKINSON NA FRENTE. SLATER A UM PASSO ATRÁS DO TÍTULO EM 2012.

JÁ NAS QUARTAS, PARKINSON ESTÁ EM VANTAGEM. SLATER PRECISA SUPERAR MEDINA, KERR E QUEM SABE A REPESCAGEM PARA PENSAR EM TÍTULO MUNDIAL.

O ambiente em Pipeline tendo Kelly Slater como pano de fundo. Foto: © ASP/Kirstin

Não foi uma tarefa tão fácil quanto Slater chegou a imaginar, quando se observa as notas da bateria de estréia do norte americano. Passar pelo local havaiano Billy Kemper também não pareceu tão difícil, dado a sua convicção natural e seu olhar novamente focado em mais este Título Mundial. Fácil mesmo para ele foi surfar as ondas que quebram tubulares com cerca de 3 a 4 metros em Pipeline, no Hawaii.


Medina sem chances de Título em 2012, mas com notas que podem leva-lo a final, e quem sabe a inédita vitória em Pipe. Foto: © ASP/Kirstin

Kelly Slater define nesta segunda-feira se continua na disputa do Título Mundial 2012, contra Gabriel Medina - ver postagem anterior neste blog - e o australiano Josh Kerr, numa bateria que promete ser incrível. Será a primeira bateria do dia. Se Slater perder, ainda pode buscar a última chance na fase de repescagem, a única do evento.

Joel Parkinson na frente pela briga do Título Mundial. Já classificado para as quartas tem uma vantagem soberba sobre Slater e assisti da praia sua eminente consagração. Foto: © ASP/Kirstin

O australiano Joel Parkinson já está na quartas de final depois de atropelar outro conhecido havaiano, Kalani Chapman, no round 3 e mandar para repescagem, no round 4, seu compatriota Kierren Parrow e o norte americano C.J. Hobgood, com a sorte e o surfe que vem lhe acompanhando durante todo o WCT 2012. Joel conseguiu duas notas excelentes - 9,50 e 8,60 pontos - enquanto seus perigosos adversários tiveram notas abaixo de 3,50 pontos.

Mick Fanning perdeu suas chances ao Título para Shane Dorian. Foto: © ASP/DUNBAR

Já o outro candidato ao Título Mundial em 2012, o australiano Mick Fanning teve suas chances frustradas pelo big rider havaiano Shane Dorian, numa disputa apertada no round 3. Shane mostrou porque é conhecido como Shane "Door", em homenagem a uma de suas ondas preferidas, Backdoor, ou a direita de Pipeline.

Big Rider, Shane "Door", mostrando porque é assim conhedido. Foto:
© ASP/DUNBAR

Já o havaiano John John Florence, que ainda detinha chance do Titulo, foi "esmagado" em sua estréia pelo campeão da Tríplice Coroa Havaiana, o também havaiano, Sebastian Zieths, e deu adeus as suas chances de levar em casa, o Caneco em 2012.

Sebastian Zieths levou o Titulo do Tríplice Coroa que disputava com o catarinense Alejo Muniz. Foto:  © ASP/Dunbar

O evento deve ter seu reinicio as 16:30 horas - horário de Brasília -, com a bateria entre Slater, Medina e Kieren Perrow. 

Para assistir ao vivo é só clicar aqui.

Por Eduardo Rosa
Postar um comentário