IMBITUBA: 'RESERVA MUNDIAL DE SURF', NA VILA, GANHA PREFERENCIA

PRAIA DA VILA, EM IMBITUBA, MAIS PRÓXIMA DE SE TORNAR 'RESERVA MUNDIAL DE SURF'


A notícia lançada na cidade sobre uma suposta construção de uma concha acústica para shows e eventos, no canto da praia da Vila, de um grupo apoiado pelo vereador Renato "Ladiada", tem balançado as bases do surf imbitubense e catarinense.

Paralelo a isso, a nova gestão da ASI - Associação de Surf Imbitubense -, tomou posse em janeiro, e começou 2013 organizando um dos mais tradicionais eventos do surfe catarinense, o Circuito de Inverno. Na pauta para os próximos dois anos de gestão, também figurava o lançamento da candidatura da praia da Vila, em Imbituba, para o seleto grupo de 'Reservas Mundiais de Surf'. 

Baseado na proposta feita pelo vereador, e muitos outros "rumores" surgidos sobre o canto da Praia da Vila, nos últimos anos, dado a grande visibilidade recebida pelo local, após eventos como WCT, Surpersurf, entre outros, que colocaram praia em evidência no cenário nacional e internacional, a diretoria da ASI resolveu antecipar o lançamento da candidatura da praia da Vila.

A ideia é afastar qualquer possibilidade de intervenção estrutural e ambiental, em qualquer nível, fazendo com que o canto da praia da Vila, mantenha sua forma ambiental intacta, possibilitando o desenvolvimento do vários projetos sustentáveis que tornem a manutenção do local permanente.

A tendência, baseado no que a cidade tem vivido nos últimos anos, parece ser a de preservar e manter, já que o apoio dado a ambos os projetos, abre um abismo enorme, entre a duas suposições. Governantes, empresários e o público em geral, vem norteando o processo pela suposta possibilidade em se crescer com sustentabilidade.

A possibilidade de realização de shows frequentes naquele espaço, tem deixado muitos imbitubenses e frequentadores - recentes e antigos -, com a preocupação sobre o destino que será dado ao lixo após cada show, a vegetação que recobre a área, além das árvores que foram, e são plantadas ao longo dos anos, e a real utilização permanente que o palco terá, sem garantias que num futuro não venha a se transformar em um "elefante branco" encravado próximo ao costão e as trilhas da praia da Vila.

A possibilidade - que já se faz consenso - é que seja buscada outra área para a instalação deste palco ou concha acústica. Muitos, que acessam as redes sociais, tem dado opções para  a sua instalação. 

No espaço criado no Facebook, a ASI tem conseguindo destaque e apoios fundamentais para esta candidatura. A Assembléia Legislativa do Estado, A Prefeitura de Imbituba, o Porto de Imbituba, alguns vereadores já demonstraram seu irrestrito apoio ao projeto que traz consigo o selo social da UNESCO - Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura.

E os seguidores deste espaço tem crescido de forma gradativa a importância do fato. Nomes como a artista Rosa Fonseca, o editor e jornalista Rosaldo Cavalcante, o fotógrafo Rick Werneck, surfistas como Guga Arruda, Marco Giorgi, André di Biase e Tito Rosemberg estão os que já apoiaram a iniciativa. 

Para acessar a funpage e apoiar a iniciativa em transformar a praia da Vila, em Imbituba, em 'Reserva Mundial de Surf', clique aqui

Por Eduardo Rosa
Postar um comentário