MINERADORA EMBARGADA NOVAMENTE EM IMBITUBA.

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA FOI A AUTORA DO NOVO EMBARGO

Prefeito de Imbituba, Jaison Cardoso, durante a reunião com o Movimento SOS Dunas da Ribanceira, em novembro de 2013, apreciando um achado arqueológico, encontrado nas dunas da Ribanceira, que pode chegar a ter mais de 5000 anos. Foto: Eduardo Rosa/SOS Dunas da Ribanceira.
Segundo informações colhidas junto ao Secretário de Desenvolvimento Urbano em Imbituba - SEDURB -, Eduardo dos Passos, neste último dia 1º de outubro a mineradora que retira areia das dunas da Ribanceira, recebeu o auto de embrago.

2º 'Abraço Simbólico' as dunas da Ribanceira, no último dia 21 de setembro, voltou a alertar sobre o descaso. Foto: Eduardo Rosa/SOS Dunas da Ribanceira.
A partir desta quinta-feira, moradores do Bairro Arroio, em Imbituba, sentiram uma diminuição drástica no movimento de caminhões na região. Nesta sexta feira, praticamente, quase nenhum caminhão deixou as dependências da empresa.Segundo Eduardo dos Passos, os portões estão fechado, inclusive, com cadeados. 

Reunião do Movimento SOS Dunas da Ribanceira, com o Prefeito de Imbituba, Jaison Cardoso, o Secretário de Urbanismo, Eduardo dos Passos, e o Procurador do Município, Daniel Arantes, em novembro de 2013, para solicitar uma avaliação da situação da mineradora diante do município. Foto: Eduardo Rosa/SOS Dunas da Ribanceira.

O SOS Dunas da Ribanceira emitiu nota agradecendo ao "empenho e sensibilidade firmadas nas duas reuniões junto a Prefeitura Municipal de Imbituba, nas pessoas do Prefeito Jaison Cardoso, do Secretário de Desenvolvimento Urbano, Eduardo dos Passos, e do Procurador do Município, Daniel Vinicius Arantes, em tentar frear no amparo da lei, esta barbaridade que vinha acometendo em o município nos últimos anos".

Manifestação 'Veta Prefeito', realizada em janeiro de 2014, em frente a Prefeitura de Imbituba, que pedia ao Prefeito que não renovasse o Alvará da mineradora. Foto: Eduardo Rosa/SOS Dunas da Ribanceira.

Segundo informações recebidas pelo SOS Dunas, a mineradora já entrou com o mandado de segurança, e a expectativa do movimento agora, "é que o juiz, ou juíza responsável pelo acolhimento deste, tenha a sensibilidade necessária para que o Alvará não mais volte a ser liberado a mineradora, nem por liminar".




Vale lembrar, que fora do âmbito federal, uma nova e importante decisão se abriu para que a mineradora possa não mais retornar a suas atividades, abrindo um novo precedente diante de todo o embróglio judicial que as atividades da empresa está envolvido.


Eduardo Rosa
SOS Dunas da Ribanceira
Postar um comentário