'VEXAME' BRASILEIRO EM POPOYO, DURANTE OS JOGOS MUNDIAIS DE SURF

SELEÇÃO TERMINA EM 21º LUGAR NO ISA WORLD SURFING GAMES 2015.

Noe Mar Mcgonagle, campeão Open do ISA Surfing Games. Foto: ISA/Reed

Denúncias na imprensa esportiva nacional, e de várias entidades ligadas ao esporte, sobre desvios de verbas e funções praticadas pela CBS – Confederação Brasileira de Surf -, que é presidida pelo capixaba Adalvo Argolo, caíram como uma bomba no meio do surf nacional durante período de realização do Mundial de Surf Profissional WSL, que aconteceu mês passado do Rio de Janeiro.


Neste último dia 07 de junho, terminou em Popoyo, na Nicarágua, o ISA World Surfing Games 2015, evento realizado pela principal entidade mundial de surf amador, a ISA – International Surfing Association –, com vitória da seleção da Costa Rica, com Portugal e Estados Unidos, em segundo e terceiros lugares, respectivamente.

Para piorar ainda mais a situação da CBS, a equipe tupiniquim terminou a competição na 21º colocação geral por equipes e, para muitos, esta  participação brasileira não passou de um ‘vexame’, se comparado ao atual momento em que o surf nacional vem passando, com o Título Mundial Profissional de 2014 nas mãos de Gabriel Medina, e o ‘Brasilian Storm’ ‘ditando as regras’ no mundial de Surf Profissional.

A melhor colocação individual brasileira ficou com o baiano, Yage Araujo, em 9º lugar na categoria Open, e o campeão desta categoria foi o Costa Riquenho Noe Mar McGonagle.

Resultados Oficiais do ISA World Surfing Games 2015:


Categoria Feminino:


Categoria Open

Resultado por Equipes:
Postar um comentário