DUKE KAHANAMOKU, PAI DO SURF MODERNO

UM DOS MAIORES DESPORTISTAS DO SÉCULO


Capa de uma da Revista Surfer. Duke como 'Surfista do Século'.

No último dia 24 de setembro, o havaiano Duke Kahanamoku estaria completando 125 anos de vida. Ele foi eternizado pelo surf mundial como pai do surf moderno, e um dos maiores medalhistas olímpicos da história da natação, ainda no início do século passado. 

Uma das mais antológicas fotos de Duke Kahamanoku.

Duke, é bom lembrar, era de família nobre, um autêntico polinésio. Ele dominou a natação mundial durante doze anos, ganhando três medalhas de ouro e duas de prata em Olimpíadas. Uma de prata foi no revezamento 4 x 100, e a outra foi histórica, já em 1924, quando ele tinha 34 anos, um idoso para natação de competição. 

Duke esbanjando todo o estilo polinésio de liberdade e contemplação. 

Este pódio na Olimpíada de 1924 foi formado pelo, ainda garoto Johnny Weissmuller de 20 anos, medalha de ouro, que mais tarde se tornou o ‘Tarzan’ dos cinemas, Duke que ficou com a medalha de prata e Samuel Kahanamoku, irmão de Duke, com a medalha de bronze. 

Johnny Weissmuller, e Duke Kahanamoku, o 'Tarzan' dos cinemas.

Duke, ainda no auge de sua carreira competitiva, nadou os 100 metros livres em 1 min. 00 seg. e 04 centésimos, apenas dezessete segundos mais lento que o atual recorde mundial, 100 anos depois - lembrando que naquele tempo não contava com nutricionistas, fisioterapeutas, médicos, ou mesmo preparação sofisticada dos tempos atuais. Em outras palavras, o esporte no século 20 teve Pelé, Muhammad Ali, Michael Jordan, Jesse Owens e Duke Kahanamoku.
Postar um comentário