FALTAM CURSOS EM ÁREAS AMBIENTAIS EM IMBITUBA. E TAMBÉM VONTADE...

UMA CIDADE ABENÇOADA PELA NATUREZA MAS, MUITO POUCO DIRECIONADA.

Do que adianta ter esse amanhecer?!! Praia da Ribanceira, Imbituba. Foto: Eduardo Rosa.

O Plano Diretor da cidade, há muito vem sendo mudado, mudanças essas que pouco trouxeram de impacto real para se manter Imbituba como todos conhecem, ou conheceram. Talvez seja esse significado que se deva dar para este importante instrumento, que serve, ainda que basicamente, para orientar a política de desenvolvimento e de ordenamento da expansão urbana do município. 

Pouco se contempla de espaços naturais. Muito se altera para beneficiar construções, obras e diminuir ou não disponibilizar espaços públicos, que são a maior 'publicidade' para quem quer ter no turismo, uma fonte a mais de renda. Para muitos, as duas coisas não podem ser dispostas na mesma 'cartilha', e até não deveriam mesmo.

Ou ter esse fim de tarde?!! Vista do Farol do Costão da Praia da Vila, Imbituba. Foto: Eduardo Rosa.

O crescimento desordenado - e a pressa - para alcançar a 'excelência' que alguns se referem, trás sérios problemas num futuro próximo, para quem vive e para quem vem conhecer um local. Exemplos, de outras cidades, estão ai para serem digeridos, e que pagam hoje um alto preço para tentar se manter 'maquiadas' e até mesmo 'bonitas'. 

Como já diziam, não adianta ser linda, ter que ter e manter seu conteúdo. E o conteúdo de uma cidade, está no seu povo, que tem todas as suas necessidades atendidas. Saneamento básico competente, atrativos naturais bem preservados, estrutura, ainda que pequena, preparada para atender bem, e alguns outros requisitos mínimos, além destes mais importantes. 

Ou mesmo, esse fim de tarde na Lagoa Mirim, em frente ao bairro com o mesmo nome?!!! Foto: Eduardo Rosa.

Nos últimos anos, Imbituba tem recebido diversos cursos universitários, de outras cidades ou estados, mas ainda muita gente – principalmente os mais jovens – continuam saindo de Imbituba para estudar em outras locais, como Florianópolis e Tubarão, e mais recentemente, Garopaba, por exemplo. 

Assim, como tem aumentado esse tal 'apelo ambiental' em diversas cidades - assim como Imbituba -, ou de forma administrativa, imposta pelas novas leis governamentais, ou pelos incessantes movimentos e sensibilizações, que o tema tem proporcionado, diante de descasos contínuos ou perpetuados, já está mais que na hora de Imbituba ter seu 'Centro Tecnológico, Administrativo de Gestão Ambiental', por exemplo. 

Ou, esse visual de chegada a praia Vermelha, entre Imbituba e Garopaba?!! Foto: Eduardo Rosa.

Também, já não estaria mais que na hora de se buscar a formação continuada de pessoal qualificado - imbitubenses também - nestas áreas afins?! A perspectiva em se trazer algo assim para a cidade, pode assustar muita gente, que ainda trata ou trabalha com descaso, nosso bem maior, que todos os anos atraem turistas atrás de nossas belezas naturais. Mas também vai servir para regular e elucidar muita gente que se preocupa com o futuro de nossa cidade, que tem no porto e no turismo seus maiores mananciais.

Se ainda não sabemos ao certo o que fazer com isso, entre outras coisas?!!! Porto de Imbituba, que mesmo com a caixa de coque, no centro da foto, é um visual estonteante. Foto: Eduardo Rosa

Postar um comentário