MUNDIAL DE SURF PROFISSIONAL TERMINA NA AUSTRÁLIA COM VITÓRIA DE MATT WILKINSON

ENTRE OS BRASILEIROS FILIPE TOLEDO FICA EM 3º MINEIRO EM 5º

Tyler Wright e Matt Wilkinson vencedores do Quiksilver Pro Gold Coast. Foto:  WSL / Kirstin Scholtz

Terminou nesta terça feira (15) a primeira etapa do Mundial de Surf WSL 2016, na praia de Snnaper Rocks, na Austrália, e o local Matt Wilkinson venceu na final o norte americano Kolohe Andino. Entre os brasileiros, Filipe Toledo chegou até a semifinal, quando foi eliminado pelo campeão da etapa.

Filipe Toledo voando em Snnaper Rocks. Foto: WSL Kirstin Scholtz

Poucos antes do fim desta semifinal, Toledo – que defendia o título conquistado neste mesmo evento em 2015 - se contundiu e não teve forças para reagir, já que precisava de uma nota possível para ele conseguir (7,34), quando ainda faltavam pouco mais de cinco minutos para o fim da bateria. Toledo sofreu uma lesão no fêmur e não disputa as próximas duas etapas do mundial de surf da perna australina.

Já o Campeão Mundial de 2015, Adriano de Souza Mineirinho, chamado pela imprensa brasileira de ‘Capitão Nascimento’, perdeu ainda nas quartas de final, para o mesmo Matt Wilkinson, e os dois brasileiros deixaram uma ótima impressão neste começo de ano, assim como em 2015.


Postar um comentário