EM MEIO A TEMPORADA DA TAINHA, ALESC CRIA O DIA ESTADUAL DO SURF E DO SURFISTA

PROJETO DO DEPUTADO ESTADUAL JOÃO AMIM É APROVADO POR UNANIMIDADE E SERÁ COMEMORADO NO DIA 23 DE MAIO


Deputado João Amim e o Vereador Pedrão, durante o Desafio de Duplas na praia Brava, em Florianópolis. Foto: Cadu Fagundes/Arte Natural Imagens Divulgação


No último dia 09 de maio foi enviado para a sanção oficial do Governador do Estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo, o ofício n° 253/17, que trata do Projeto de Lei PL/0043.1/2017, para criação do Dia Estadual do Surf e do Surfista, que a partir de agora poderá ser comemorado todos os anos no dia 23 de maio.

De autoria do Deputado Estadual João Amim, o projeto foi aprovado por unanimidade não só nas 34ª e 35ª Sessões Ordinárias - em 1º e 2º turno - como também em todas as comissões as quais foi apresentado, na Comissão da Educação, Cultura e Desporto e Comissão de Constituição e Justiça. 


O Dia do Surf em Santa Catarina foi criado em homenagem ao surfista Ricardinho dos Santos, morto a tiros no quintal de sua casa, na praia da Guarda do Embaú, em Palhoça, em janeiro de 2015, e o principal acusado é um policial militar que estava em seu dia de folga. A data, dia 23 de maio, refere-se ao dia do nascimento de Ricardinho dos Santos em 1990.

Segundo mensagem da equipe do Deputado Estadual João Amim, enviada ao Surfemais no último dia 10 de maio, "Informamos o dia que será comemorado, e deixa claro que é uma singela homenagem para com o nosso estimado surfista."


Deputado Estadual João Amim, numa esquerda na praia da Joaquina, em Florianópolis. Vai certamente comemorar este dia dentro d'água junto com seus pares. 


E também, segundo o Deputado João Amim ao Surfemais, "Hoje, fico feliz em dizer que, em um gesto simbólico para os amantes do esporte, a família, amigos e fãs do Ricardinho, o dia do surfe em Santa Catarina agora passa a ser celebrado no dia de nascimento dessa fera, 23 de maio. Sei que nada do que faremos aqui pode suprir a dor dessa família, mas isso não pode nos impedir de fazer homenagens a quem merece. Espero que já esse ano, façamos na data, uma bela oração para aquele que lá de cima toma conta de todos nós que somos apaixonados pelo mar. Viva o surfe! Viva Ricardinho!."

Alguns surfistas perguntam: "O que e onde comemorar neste dia?"




Excetuando a homenagem alusiva feita pelo deputado João Amim ao grande Ricardinho dos Santos com o Dia Estadual do Surf e do Surfista, para muitos praticantes essa data é um 'ato falho' a ser comemorado neste período. Do dia 1º de maio ao dia 30 de junho, a temporada da tainha impera em dezenas de praias do litoral catarinense, do centro ao sul do estado, e em muitas delas o surf ainda é terminantemente proibido nesta época.

Em algumas praias, mesmo com o balizamento de um 'sistema de bandeiras', que libera ou impede a prática de esportes náuticos, e regimentada por prefeituras e seus poderes legislativos das cidades, a reclamação de muitos surfistas é que este instrumento deixou de ser um balizador para se tornar apenas proibitivo para a prática de esportes na praia, e o que já era algo inconstitucional, se tornou um problema. Em algumas poucas praias do estado, acordos entre surfistas e pescadores tem sido feitos e tornado as duas práticas comuns nesta época do ano.

Para muitos, o respeito a tradição da pesca deve imperar. Para outros, é uma proibição inconstitucional.  


Agora muitos surfistas se perguntam, 'O que será comemorado, se a prática do surf será uma dúvida neste dia 23 de maio?' Segundo informações, o projeto do Deputado João Amim pedia a alteração da Lei 17.719 de 2015, da ex Deputada Estadual Ângela Albino, que destacava, inicialmente, o dia 18 de fevereiro como dia do Surf em Santa Catarina. E para todos os que praticam este esporte em Santa Catarina, fica a dúvida em relação a esta alteração feita pela ALESC, e seus desdobramentos já que data será comemorada na próxima semana.
Postar um comentário